telefone (11) 3683-2412

FILTROS

Preço

Telescópio

Telescópio

Algumas noites são tão bonitas que é quase inevitável sentir vontade de sentar e admirar o céu. Para noites como essas, em que também há o desejo de observar mais de perto cada estrela, um telescópio pode ser a companhia ideal, por ser um instrumento que permite que o céu pareça um pouco mais próximo.

Um pouco de história

O telescópio, cujo nome é de origem grega (tele = longe e scopio = observar), foi inventado há mais de quatrocentos anos por um fabricante holandês de lentes para óculos chamado Hans Lippershey. O seu primeiro modelo conseguia ampliar três vezes a visão de um objeto. O filósofo, físico, matemático e astrônomo italiano Galileu Galilei, ao conhecer a invenção de Lippershey, utilizou-a como base para construir a sua própria versão do instrumento, que no início também aumentava apenas três vezes o tamanho aparente do objeto. As modificações feitas por Galileu no equipamento o levaram a aumentar até trinta vezes aquilo que se observava. Com essa invenção, Galileu fez incríveis descobertas astronômicas, sendo o primeiro a utilizar o equipamento com finalidade científica. Ele descobriu os satélites de Júpiter, as crateras na Lua e ainda a composição da Via Láctea. Todas essas informações, assim como muitas outras, foram reunidas por ele em um folheto de apenas 24 páginas, que se mostrou muito importante para os rumos da astronomia, chamado o Mensageiro das Estrelas ou Mensageiro Sideral (Sidereus Nuncius), no ano de 1610.

Tipos de telescópio

Antes de comprar um telescópio e se render às descobertas, é preciso conhecer seus três tipos básicos. Refrator: são formados por tubos finos e longos acompanhados por uma lente objetiva que serve para focalizar e também para captar a luz. Refletor ou newtoniano: os modelos desse tipo não fazem uso de lentes, mas de um espelho côncavo, pesado e grande, que tem o papel de focar e coletar luz. Catadióptrico: também conhecido como composto, pois utiliza tanto os espelhos quanto as lentes para captar luz e focar. Agora basta encontrar um desses tipos na Trapemix para conhecer um pouco mais do céu, constelações e nebulosas.

Telescópio

Telescópio

Algumas noites são tão bonitas que é quase inevitável sentir vontade de sentar e admirar o céu. Para noites como essas, em que também há o desejo de observar mais de perto cada estrela, um telescópio pode ser a companhia ideal, por ser um instrumento que permite que o céu pareça um pouco mais próximo.

Um pouco de história

O telescópio, cujo nome é de origem grega (tele = longe e scopio = observar), foi inventado há mais de quatrocentos anos por um fabricante holandês de lentes para óculos chamado Hans Lippershey. O seu primeiro modelo conseguia ampliar três vezes a visão de um objeto. O filósofo, físico, matemático e astrônomo italiano Galileu Galilei, ao conhecer a invenção de Lippershey, utilizou-a como base para construir a sua própria versão do instrumento, que no início também aumentava apenas três vezes o tamanho aparente do objeto. As modificações feitas por Galileu no equipamento o levaram a aumentar até trinta vezes aquilo que se observava. Com essa invenção, Galileu fez incríveis descobertas astronômicas, sendo o primeiro a utilizar o equipamento com finalidade científica. Ele descobriu os satélites de Júpiter, as crateras na Lua e ainda a composição da Via Láctea. Todas essas informações, assim como muitas outras, foram reunidas por ele em um folheto de apenas 24 páginas, que se mostrou muito importante para os rumos da astronomia, chamado o Mensageiro das Estrelas ou Mensageiro Sideral (Sidereus Nuncius), no ano de 1610.

Tipos de telescópio

Antes de comprar um telescópio e se render às descobertas, é preciso conhecer seus três tipos básicos. Refrator: são formados por tubos finos e longos acompanhados por uma lente objetiva que serve para focalizar e também para captar a luz. Refletor ou newtoniano: os modelos desse tipo não fazem uso de lentes, mas de um espelho côncavo, pesado e grande, que tem o papel de focar e coletar luz. Catadióptrico: também conhecido como composto, pois utiliza tanto os espelhos quanto as lentes para captar luz e focar. Agora basta encontrar um desses tipos na Trapemix para conhecer um pouco mais do céu, constelações e nebulosas.

  • 14 Item(s) encontrado(s)
  • por página
  • 14 Item(s) encontrado(s)
  • por página